“Me espera”- o Puerpério

Aspiração de corpo estranho
27 de janeiro de 2017
Lavagem nasal
12 de junho de 2017

A primeira vez em que ouvi essa música (“Me espera”), meu coração foi tocado! 

Fiz uma interpretação especial dela.

Vocês já ouviram essa música? Agora, ouçam novamente, mas como se o sujeito poético da música fosse uma MÃE “RECÉM-PARIDA” .

Como se fosse a nova mamãe contando pra todos como está se sentindo nessa fase especial e conturbada da sua vida, em que não se reconhece, e ao mesmo tempo, tem que conhecer integralmente aquele pequeno ser dependente dela.

Como se essa mulher pedisse a sociedade  COMPREENSÃO,  ACOLHIMENTO e RESPEITO a esse momento.

E aí, é poesia pura, contando o drama interno vivido nos primeiros dias da maternidade, com um pedido silencioso para os queridos que estão ao redor dela, serem o “fio pra me guiar de volta”. 

E abro minha conversa com vocês com essa linda canção para o tema que escolhi esse mês especial – mês das MÃES – O PUERPÉRIO.

Um carinho a todas as mamães que estão passando por esse momento.

Vem mais conversa no próximo post. 

Dra. Maíra Luz-

“ME ESPERA – ( clique para ouvir a música)

Compositor: Sandy Leah, Tiago Iorc, Lucas Lima

Eu ainda estou aqui
Perdido em mil versões irreais de mim
Estou aqui por trás de todo o caos
Em que a vida se fez
Tenta me reconhecer no temporal
Me espera
Tenta não se acostumar
Eu volto já
Me espera

Eu que tanto me perdi
Em sãs desilusões
Ideais de mim
Não me esqueci
De quem eu sou
E o quanto devo a você
Tenta me reconhecer no temporal
Me espera
Tenta não se acostumar
Eu volto já
Me espera

Mesmo quando me descuido
Me desloco
Me deslumbro
Perco o foco
Perco o chão
E perco o ar
Me reconheço em teu olhar
Que é o fio pra me guiar
De volta
De volta

Tenta me reconhecer no temporal
Me espera
No temporal
Me espera
Tenta não se acostumar
Eu volto já
Me espera

Eu ainda estou aqui”